UM BREVE RESUMO

 

      Mário Lúcio de Freitas nasceu em São Paulo - SP, em 22 de Dezembro de 1948. De família circense, seu pai, Nestor de Freitas Filho, o palhaço Beicinho, era dono do Circo Marabá.         Já como o palhacinho Fominha, estreia no picadeiro aos quatro anos de idade, em 1953, formando dupla com seu irmão Renée, e já cantando e interpretando peças de teatro.

     

              

     

     Em 1960, estreia na TV Paulista (hoje Rede Globo) como ator, apresentador e cantor e em 1961 na série O Vigilante Rodoviário, como ator, em cinco episódios, ao lado de outras crianças como Tuca, Arlindinho e Gasolina.

 

     

     Um sucesso sem precedentes na televisão brasileira, chegando a atingir 66 pontos de audiência na extinta TV Tupi de São Paulo. Um dos capítulos também foi para o cinema.

    

    

       

 

 

      À partir daí, consolida sua carreira artística também como produtor, diretor, humorista e músico. Em meados dos anos 1960, Mário Lúcio, já adolescente, apresenta o Parque Petistil, ao lado de Branca Ribeiro, e a Sessão Zás-Trás, como o personagem Pinóquio.

 

 

             

     

 

      Como baixista, guitarrista ou cantor, integra vários grupos famosos dos anos 1960 como The Beatniks e também Os Iguais, banda da qual faziam parte também o cantor Antônio Marcos e o ator Marcelo Gastáldi, famoso dublador do personagem Chaves.
 
      Além das bandas Os Incríveis e The Jet Blacks, com a qual participa do filme "Audácia – A Fúria dos Desejos", inclusive compondo e interpretando seu tema de abertura. Hoje, este filme é considerado um dos destaques do cinema marginal brasileiro.

    

 

       
 

 

     À partir dos anos 1970, torna-se importante produtor musical e criador da primeira revista de músicas cifradas do Brasil: a Violão & Guitarra, VIGU para os íntimos. Também cria o método de violão de maior sucesso no Brasil, referência para muitos artistas até hoje.
 
      Quase no final da década, dirige a parte musical do programa Barros de Alencar, na TV Tupi de São Paulo e de vários cantores famosos (Nelson Ned, Gilbert, Moacyr Franco, entre outros). Também dirige a banda do Programa do Bolinha.

     

    

         

     

 

      No início dos anos 1980, Mário apresenta o programa Violão pela TV, ao lado de Marisa Leite de Barros, pela TV Cultura. Marisa, famosa também pela apresentação do programa Inglês com Música, ainda no ar.

  

    

 

 

 

      Grava, como solista vocal, produz e faz os arranjos do LP Gota Mágica e a abertura da novela do SBT Pecado de Amor.         Em dupla com Fernando Netto, grava no final dos anos 1980, o LP Planeta Livre, que encerra sua carreira de músico de conjunto.

    

    

              

 

Baixe o LP Gota Mágica Completo  -  Baixe o LP Planeta Livre Completo

 

 

      Cria, produz e arranja famosas aberturas musicais e seus respectivos discos, de 1981 a 1996, como a do Chaves, Escolinha do Golias, TJ Brasil, Aqui Agora, Hebe, Programa Livre, Punk - a Levada da Breca, Fly, Bananas de Pijamas, Cavaleiros do Zodíaco, Dragon Ball, Super Campeões, e Turma da Mônica.

 
      Também de novelas como Chispita, Os Ricos Também Choram, Sombras do Passado, Viviana em Busca do Amor e Jerônimo, entre muitas outras, além de temas de personagens de novelas da Rede Globo de Televisão, como Que rei sou eu?, Vamp e Meu Bem- Meu Mal, etc.

    


   

 

 

 

  

 

      Seu estúdio, a Gota Mágica, dubla as mais famosas séries dos anos 1990: CDZ, Fly, Dragon Ball, Bananas de Pijamas, Clube do Chaves, etc. e dá uma virada muito grande na profissão de dublador, até então desconhecida do grande público.

    

 

 

 

      Seus trabalhos sempre estiveram em destaque, como peças publicitárias de sucesso (Ruffles - a batata da onda, Tostines, Bradesco dia e noite, DB Brinquedos, Caninha 51 - uma boa ideia, etc.).        Produziu e arranjou também campanhas políticas que tiveram muito destaque, como a do Partido dos Trabalhadores para a Presidência da República, em 2002, com vários jingles e spots.

 

    
     

 

 

Atualmente, Mário, em parceria com Hellen Palácio,

vem criando áudio para vários produtos,

 

 

 

 

 de mídias diferentes, como áudio-novelas (Zíbia Gasparetto), DVDs (Animanias), 

e também escrevendo livros infantis, como a coleção

CONTANDO E CANTANDO CANTIGAS DE RODA, o áudio-livro

LUQUINHA, O MENINO QUE NÃO SABIA SORRIR

de grande aceitação popular, e o recente lançamento

TIXA, A LAGARTIXA XERETA,

além de continuar criando áudio-cursos de violão, seu instrumento fundamental.

 

 

 

 

 

 

Hellen Palácio  -  Fotos Históricas   -  Home   -   mp3  -  You Tube   -   Facebook

Entre em contato